BARRACO DA ALEMOA. Frida ZenKalo e protetores de elefantes. E ainda os bebedores, a Damaris, folia...

BARRACO DA ALEMOA. Frida Zenkalo, a canção para o vice, a solução para o Brasil e o tal golpe. Que golpe?

BARRACO DA ALEMOA. Frida Zenkalo, a canção para o vice, a solução para o Brasil e o tal golpe. Que golpe? - barraco-da-alemoa-1Pozzobom dedica canção ao vice

Diante do imbróglio que está se formando na política estadual, com o Progressistas (PP) orientando que o partido se afaste do PSDB, o nosso brioso alcaide, Jorge Pozzobom (PSDB) ensaia uma música para seu vice, Sérgio Cechin (PP). Ele relembra a sua infância, quando o casal Jane & Herondi fazia muito sucesso:

“Não se vá…
Eu já não posso suportar essa minha vida de amargura.
Não se vá…
Não me abandone por favor, pois sem você vou ficar louco.”

 

A solução para o Brasil

Diante da crise financeira que não lhe deixa em paz, com o salário do funcionalismo seguindo sendo pago de forma atrasada, o nosso finíssimo e chiquérrimo governador, Eduardo Leite (PSDB), foi aconselhar-se com o ministro Paulo Guedes (Economia) sobre o que fazer. A resposta de Guedes, em forma de música, não tardou. O todo-poderoso das privatizações foi buscar inspiração em Raul Seixas:

“A solução pro nosso povo
Eu vou dá
Negócio bom assim
Ninguém nunca viu
Tá tudo pronto aqui
É só vim pegar
A solução é alugar o Brasil!…”

 

Golpe. Que golpe?

E na disputa entre os líderes comunitários José Francisco (Maranhão), e Rodrigo Santos (Rodrigão) pelos escombros da UAC, houve espaço até para que Rodrigão acusasse de ter sofrido um “golpe” quando estava de férias. Neste caso, seria um golpe sem o uso de tanques do Exército. O que estranha é que Rodrigão não tenha tido a solidariedade de lideranças de partidos como PT, PMDB, já que sempre se mostrou polivalente, com passagens por governos petistas e emedebistas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *