ComportamentoCrônica

DATA. Ricardo Jobim e o pai presente. Que é o que realmente importa. E não é tarefa exatamente fácil

“Qual é a lógica da paternidade? Por que alguns conseguem captar o valor divino do sentimento pai/filho e outros simplesmente não valorizam?

Conheço alguns casos onde o pai se separou da mãe e também dos filhos, como se começasse uma nova família do zero, fingindo não existirem os filhos da primeira união. É complicado. Como um homem pode ser tão diferente de outro? Se os insensíveis tivessem a mínima ideia de como um filho que se prepara para uma visita regulamentada por um Juiz) especialmente em ambientes de separação litigiosa), conta os dias pra poder passear com seu pai…

CLIQUE AQUI  para ler a íntegra do texto “Pai é quem dá amor e participa”, do advogado Ricardo Jobim, colaborador habitual deste sítio – e também publicado no sítio da TV Santa Maria. Ele foi postado há instantes, e você pode encontrá-lo na seção “Artigos”.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo