TENHO DITO! Educação, CPI, MDB, CCs e o bafafá entre Luciano Guerra e João Chaves, no Facebook

TENHO DITO! Educação, CPI, MDB, CCs e o bafafá entre Luciano Guerra e João Chaves, no Facebook

TENHO DITO! Educação, CPI, MDB, CCs e o bafafá entre Luciano Guerra e João Chaves, no Facebook - maiquel-tenho-dito

Vereadores Luciano Guerra, do PT, e João Chaves, do PSDB, levaram as discussões da tribuna para a maior das redes sociais

Por MAIQUEL ROSAURO (com imagem de Reprodução), da Equipe do Site

  1. “A Educação é nossa prioridade absoluta porque acreditamos nela como ferramenta para mudar a realidade. Acredito que somente a partir da Educação é que podemos transformar a sociedade. Estamos fazendo a nossa parte e vamos continuar trabalhando pela qualidade na Rede Municipal de Ensino”.

Prefeito Jorge Pozzobom, em artigo publicado na terça-feira (26), sobre os investimentos da Administração Municipal na Educação.(AQUI)

  1. “A reforma proposta impacta diretamente nas aposentadorias rurais, especialmente para as mulheres, impedindo, praticamente, que os trabalhadores do setor se aposentem. Para o Rio Grande do Sul será desastroso”.

Deputado federal Paulo Pimenta (PT), em artigo publicado na quarta-feira (27), sobre a Reforma da Previdência. (AQUI)

  1. “A licença prêmio era um desses privilégios que praticamente só o Rio Grande do Sul mantinha. Para que o leitor tenha ideia: no âmbito federal tal licença já foi extinta em 1997. Estamos, no mínimo, vinte anos atrasados!”.

Deputado estadual Giuseppe Riesgo (NOVO), em artigo publicado quinta (28), sobre a saúde financeira do Estado em contraste com privilégios do funcionalismo. (AQUI)

  1. “Isso é inaceitável para uma região, habitada por quase um milhão de pessoas, que só dispõe de um único hospital público – o Hospital Universitário – para atender a média e a alta complexidade. Aliás, enquanto o HUSM opera com superlotação frequente de pacientes, o Regional, localizado a cerca de 20 quilômetros de distância, não tem previsão alguma de quando poderá internar pacientes”.

Deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), em artigo publicado sexta (1º), sobre o Hospital Regional. (AQUI)

  1. “Penso por mais parcial que seja a mídia, o jornalista antes tem que apurar a real causa dos fatos os quais opina para ser justo e cumprir com seu dever, dar a notícia de forma verdadeira à população”.

Vereador Leopoldo Ochulaki – Alemão do Gás (PSB) ao reclamar na tribuna de matéria sobre cargos de confiança. (AQUI).

  1. “Vamos convidar o Schirmer para uma conversa com o Diretório, pois até o momento não há nada confirmado sobre a mudança do domicílio eleitoral dele. Gostaríamos de ouvi-lo”.

Presidente do MDB/SM, Magali Marques da Rocha, sobre a decisão do Diretório da sigla em conversar com o ex-prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer (MDB) sobre suas intenções para 2020. (AQUI)

  1. “Entendo que a CPI teria que entrar na Ordem do Dia e, se preciso, caberia a algum vereador questionar a proposta. Não acho que seja o caso da Diretoria Legislativa se antecipar aos vereadores”.

Vereador Valdir Oliveira (PT), sobre a CPI que objetiva investigar casas de acolhimentos de crianças e adolescentes. A comissão não foi formada devido a um apontamento da Diretoria Legislativa que não viu clareza no fato determinante. (AQUI)

  1. “Ninguém mais dá bola para CPI. Se existem menores envolvidos existem restrições legais mesmo para os parlamentares. Seria interessante ver um edil fazer uma barbeiragem (nenhum absurdo no Casarão) e arrumar um processo para chamar de seu”.

O Brando, leitor do site, comentando a intenção de Valdir Oliveira em criar a CPI. (AQUI)

  1. “Aceita que dói menos. Nunca um prefeito, inclusive o teu Valdeci Oliveira, chamou 303 professores”.

Vereador João Chaves (PSDB) comentando, no Facebook, postagem do vereador Luciano Guerra (PT) em relação à educação no município.

  1. “Se contratou tanto, por que ainda faltam educadores? Falta planejamento?”.

Vereador Luciano Guerra (PT) respondendo João Chaves (PSDB).

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *