Política

TENHO DITO! Pandemia, Reforma Tributária… Confira as principais declarações da semana

Por Maiquel Rosauro

1. “A reforma tributária que será proposta nas próximas semanas deveria nos tirar do ostracismo econômico e não aprofundar o Rio Grande do Sul no atoleiro do subdesenvolvimento histórico que nos assola”.
Deputado estadual Giuseppe Riesgo (Novo), em artigo sobre a Reforma Tributária do Rio Grande do Sul.

 

2. “Uma reforma tributária socialmente justa não pode tratar ricos e pobres da mesma forma. Não é aceitável que os percentuais dos tributos pagos por uma pessoa atendida pelo Bolsa Família sejam os mesmos desembolsados por um milionário”.
Deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), em artigo sobre a Reforma Tributária do Rio Grande do Sul.

 

3. “Convidamos os empresários dos diversos setores de turismo do Município para que entrem em contato com a Prefeitura e participem da iniciativa. Precisamos, de forma conjunta, fazer a roda da economia, por meio do turismo, girar com ainda mais força”.
Gerente de projetos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, André Farias, sobre o selo Local Seguro e Saudável.

 

4. “No país que não tem ministro da Saúde há 60 dias, quase não existe apoio efetivo às pequenas e médias empresas e as trapalhadas e falhas no auxílio emergencial abundam. Ao mesmo tempo, persiste o desprezo pela ciência e estoca-se cloroquina suficiente para 18 anos de consumo…”.
Designer gráfico, Luciano do Monte Ribas, em artigo sobre a pandemia.

 

5. “Não há como negar, a pandemia venceu. Os resultados são colhidos hoje pelas famílias mais pobres da sociedade brasileira. Como sempre”.
Deputado federal Paulo Pimenta (PT), em artigo sobre a gestão da saúde no governo Bolsonaro.

 

6. “Cabe lembrar que o “líder” brasuca ainda segue no seu périplo de negligência com os brasileiros e restou por colocar o Ministério da Saúde como coadjuvante nos procedimentos de combate à disseminação e prevenção à Covid-19”.
Advogado Michael Almeida Di Giacomo, em artigo sobre a pandemia e a vulnerabilidade da população negra.

 

7. “O relacionamento abusivo atinge a autoestima da mulher, sua segurança, seu amor próprio e, por vezes, é muito complexo identificá-lo quando se está inserida nesse contexto de violência. Mas não é impossível”.
Delegada Débora Dias, em artigo sobre relacionamentos abusivos.

 

8. “Sala de espera lotada e os caixas conversando entre si… olhando no computador…”.
Vereadora Luci Duartes – Tia da Moto (PDT), em postagem no qual critica o atendimento em agência da Caixa Econômica Federal.

 

9. “A vereadora é irresponsável em suas colocações em relação à espera pelo atendimento, já que os bancários atuam dentro de protocolos contra a covid-19 e estão atendendo um número menor de clientes”.
Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região, em trecho da Nota de Repúdio contra Luci Duartes.

 

10. “No passado, muitos prometeram regularizar a situação dos moradores do bairro, no entanto, o nosso Governo Municipal colocou essa questão como prioridade e está, realmente, tirando essa ação do papel”.
Prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), em artigo sobre a entrega das Concessões de Direito Real de Uso (CDRUs) aos moradores do Bairro Nova Santa Marta.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo